P U B L I C I D A D E
Poder Goiás

Goiânia, 28/06/22
Matérias
Divulgação

Com esse desempenho, Goiás ficou com primeira colocação na geração de empregos no Centro-Oeste

Goiás registra aumento de 1.236% na geração empregos formais em 2021

24/05/2022, às 21:36 · Por Redação

Mesmo com dois anos consecutivos de cenários econômicos adversos (2019 e 2020), Goiás apresentou números positivos na sua economia em 2021 e nos três primeiros meses de 2022, o que demonstra uma forte retomada em todos os indicadores. Levantamento feito nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostra crescimento de 1.236% em 2021 na comparação com 2020; e salto de 413% em 2021 comparado com 2019.

 

De acordo com o Caged, Goiás teve saldo positivo de 21.550 empregos com carteira de trabalho assinada em 2019. Em 2020, primeiro ano da crise sanitária global provocada pela covid-19, os números de empregos sofreram importante queda no território goiano: apenas 8.270 vagas em doze meses.

 

Após o governo estabelecer uma série de ações para proteger os micro e pequenos empresários e reforçar a política de atração de investimentos e de patrocinar a aprovação de uma nova legislação sobre incentivos fiscais, o ProGoiás, no ano passado houve a reação da economia. Em 2021, o Caged indicou saldo de 110.537 empregos e, em 2022, entre janeiro e março, já são 38.084. 

 

Com esse desempenho, Goiás ficou com primeira colocação na geração de empregos no Centro-Oeste, considerando-se os últimos três anos. O setor de serviços foi o que mais cresceu.


Emprego Governo de Goiás
P U B L I C I D A D E