P U B L I C I D A D E
Poder Goiás

Goiânia, 28/06/22
Matérias
Divulgação

Os concursos servirão para suprir as aposentarias, mas também para aumentar a força de trabalho

Estão previstas 6 mil vagas para concurso público no Governo de Goiás

24/05/2022, às 18:33 · Por Redação

Em entrevista à Sagres, nesta segunda-feira (23), o secretário de Administração de Goiás, Bruno D’Abadia, detalhou que o Estado deve ter ainda mais 6 mil vagas disponíveis em concursos públicos.

Os certames com realização prevista são para o Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, que juntos devem contabilizar mais de mil vagas, além de 5 mil vagas para um concurso da Secretaria da Educação.

“Nós teremos grandes concursos para essas áreas estratégicas e, além desses em fases avançadas, outros concursos ocorrerão”, disse Bruno que afirmou que há um certame em fase de planejamento para a Secretaria de Meio Ambiente. Segundo o secretário, os concursos servirão para suprir as aposentarias, mas também para aumentar a força de trabalho.

“O Estado atendeu as áreas que tem necessidade mais imediata de fazer esses concursos, com a segurança pública como sempre, pois há uma rotatividade grande. Mas também na área da educação, o estado vai avançar de forma muito forte na quantidade de efetivos na secretaria. Lá, bem como na área de meio ambiente, vai ser muito mais do que repor aposentadorias”, declarou.

O secretário de Administração de Goiás, Bruno D’Abadia, assume, nesta segunda-feira (23), a presidência do Conselho de Secretários de Administração (Consad), colegiado com todos os estados brasileiros e o Distrito Federal. O secretário explicou que o Consad visa fomentar as boas práticas na administração pública, trocar experiências e alinhar entendimentos entre todas as unidades federativas.

“Se nós pararmos para pensar, nós temos 27 unidades da federação lidando com os mesmos problemas, então quando a gente se une, nós criamos mecanismos eficientes de troca e compartilhamento de boas práticas, de unificação de entendimentos. Além disso, como une as 27 federações, nós temos uma linha direta com o Governo Federal e com os ministérios”, explicou.

Outro ponto abordado pelo secretário foi a respeito da gestão de pessoas no serviço público. Para ele, além da abertura de concurso para novas carreiras é preciso investir na formação de talentos dos estados, com união entre as unidades federativas. “Estamos fazendo um convênio para compartilhar a formação entre todas as Escolas de Governo do país e, assim, aceitar em nosso estado, o diploma emitido por uma escola de governo de outra região. Por exemplo, se a gente precisa de um profissional habilitado para analisar convênios e não temos esse curso em Goiás, mas outro estado tem, ele nos ajuda com a formação desse profissional. Essa é uma ideia para melhor utilização dos recursos humanos que os estados têm”, detalhou.


Concursos Governo de Goiás
P U B L I C I D A D E