P U B L I C I D A D E
Poder Goiás
Goiânia, 01/12/21
Matérias
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

A saída de Luiz do Carmo do MDB não viabiliza sua candidatura à reeleição automaticamente

Senador Luiz Carlos do Carmo anuncia saída do MDB até o dia 15 de dezembro

24/11/2021 · Por Eduardo Horacio

O senador Luiz Carlos do Carmo confirmou ao Giro, de O Popular, que irá se desfiliar do MDB nos próximos dias. Com a aliança antecipada entre MDB e o DEM do governador Ronaldo Caiado e, consequentemente, a falta de espaço na base governista, o parlamentar busca uma legenda para tentar a reeleição em 2022. Ele tem convites para se filiar ao PSC, Podemos ou PSD.

“A confirmação antecipada pelo Caiado, colocando o Daniel (Vilela, presidente do MDB em Goiás) como vice, não me deixou escolha. É com muito pesar que de fato deixarei o MDB, mas vou fazer questão de ligar para todos os companheiros do partido, comunicando meus motivos”, explica Luiz do Carmo. Ele afirma que a desfiliação será oficializada “até o dia 15 de dezembro, no máximo”.

Pré-candidato à reeleição, o senador Luiz do Carmo sempre pleiteou tentar se manter na cadeira que ocupa – após ser eleito 1º suplente, em 2014, assumiu a cadeira após a eleição de Ronaldo Caiado para o governo, em 2018. Com a escolha do governador por Daniel Vilela na vaga de vice-governador, o candidato ao Senado na chapa governista deve ser definido por outro partido.

Dificuldade
A saída de Luiz do Carmo do MDB não viabiliza sua candidatura à reeleição automaticamente. Pouco conhecido do eleitorado e com baixa intenção de votos em levantamentos internos, o senador terá dificuldade de pleitear a vaga também em uma possível chapa de oposição. Nomes como o deputado federal João Campos (Republicanos) e do presidente do PP Alexandre Baldy são opções mais bem avaliadas.


Luiz do Carmo Luiz Carlos do Carmo Eleições 2022 MDB Republicanos