Poder Goiás

Goiânia, 17/10/21
Matérias
Divulgação

O secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Fausto Sarmento, afirma que a Prefeitura já catalogou todos os moradores do local e que deu início aos procedimentos para que as desapropriações sejam efetivadas

Para finalizar Avenida Leste-Oeste, Prefeitura de Goiânia vai desapropriar 126 imóveis

12/10/2021 · Por Eduardo Horacio

As obras do chamado tramo leste da Avenida Leste-Oeste dependem da desapropriação de 126 imóveis para a conclusão dos dois quilômetros restantes da via. A Prefeitura de Goiânia organiza as desapropriações, entre a Nova Vila e a Vila Viana, mas não definiu o destino das famílias que serão despejadas e nem o valor das indenizações.

O secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Fausto Sarmento, afirma que a Prefeitura já catalogou todos os moradores do local e que deu início aos procedimentos para que as desapropriações sejam efetivadas. Esse trecho de dois quilômetros e o viaduto sobre a BR-153 são as únicas obras pendentes para que a Avenida Leste-Oeste seja concluída.

O secretário aposta que as obras sejam concluídas no próximo ano, mas admite atraso motivados por ações judiciais decorrentes das desapropriações. “Vai ser um trabalho que faremos com assistentes sociais. Sabemos que é uma situação difícil, pois estamos mexendo com a vida das pessoas. Será analisado caso a caso”, explica Fausto Sarmento.

As obras do tramo leste, do centro de Goiânia até Senador Canedo, foram licitadas e iniciadas na gestão do ex-prefeito Iris Rezende (MDB), com recursos do tesouro municipal. Na reta final de seu mandato, em dezembro de 2020, Iris chegou a entregar um importante trecho da via. Há duas semanas, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) inaugurou o viaduto sobre a Marginal Botafogo, que também integra a Leste-Oeste.


Prefeitura de Goiânia Fausto Sarmento Avenida Leste-Oeste