Poder Goiás

Goiânia, 17/10/21
Matérias
Divulgação

A força-tarefa é composta por cerca de 200 pessoas para combater os focos na cidade

Alto Paraíso de Goiás decreta estado de emergência ambiental

24/09/2021 · Por Redação

O município de Alto Paraíso de Goiás decretou estado de emergência ambiental após 11 dias de incêndios que atingem a vegetação da região. O decreto Nº 1.954/2021, editado nesta quinta-feira, 23, busca viabilizar mais apoio para o combate aos incêndios.

"Fica declarada situação de emergência ambiental no município de Alto Paraíso de Goiás em razão dos incêndios e queimadas, no período que abrange a entrada em vigor deste Decreto até 30 de novembro de 2021", diz o documento.

O decreto também dispensa licitações para contratos de "aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários dos desastres."

De acordo com o prefeito Marcus Adilson Rinco (DEM), a situação nesta quinta está “mais controlada” e o foco da força-tarefa está no combate aos novos focos de incêndio que surgem. “Nós editamos um decreto de situação de emergência para que isso possa abrir possibilidades de buscarmos mais apoio, mais recursos na alçada federal”, disse o prefeito.

Ao todo, de acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a força-tarefa é composta por cerca de 200 pessoas, entre brigadistas do ICMBio, do PrevFogo, bombeiros de Goiás, do Distrito Federal, Polícia Militar Ambiental de Goiás e voluntários.


Alto Paraíso