P U B L I C I D A D E
Poder Goiás
Goiânia, 19/06/24
Matérias
Reprodução

Avião cedido à Alego sofre acidente durante pouso em pista não homologada; durante a aterrissagem, o avião saiu da pista e bateu a asa contra a vegetação. Ninguém se feriu, informou o Cenipa

Avião cedido à Alego sofre acidente durante pouso em pista não homologada

08/06/2024, às 15:12 · Por Redação

Um avião cedido à Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) sofreu um acidente ao tentar pousar em uma pista não homologada em Água Fria de Goiás, na Região do Entorno do Distrito Federal. O incidente ocorreu no dia 1º de junho, mas as informações foram divulgadas apenas nesta sexta-feira, 7, pela TV Anhanguera.

De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), durante a aterrissagem, a aeronave saiu da pista e colidiu a asa contra a vegetação. Ninguém ficou ferido no acidente. A Cenipa informou que a pista onde o pouso foi tentado não é homologada, conforme o sistema de informações aeronáuticas do Governo Federal.

A Alego, em nota, confirmou que não houve feridos e descreveu os danos à aeronave como leves, afetando as hélices e o trem de pouso. A aeronave foi enviada para manutenção, e o seguro foi acionado. No momento do acidente, o avião estava sendo usado por parlamentares que participariam das comemorações de aniversário de emancipação política de Água Fria de Goiás, Mimoso de Goiás e Novo Planalto.

O avião, um modelo Baron 85-B55, foi apreendido pela Polícia Federal em uma operação contra o tráfico de drogas e sua utilização pela Alego foi autorizada pela Justiça. A aeronave é empregada para o transporte de deputados em viagens mais longas e para o transporte de órgãos. A direção do Legislativo informou que o custo anual de operação do avião é de R$ 400 mil a R$ 500 mil, incluindo seguro, manutenção e combustível, com uma previsão de até 150 horas de voo por ano.


Acidente Avião Alego Água Fria de Goiás,
P U B L I C I D A D E