P U B L I C I D A D E
Poder Goiás
Goiânia, 23/05/24
Matérias
Reprodução

Militar foi dispensado do Tribunal de Justiça após constatação do uso não autorizado do veículo. Caso é investigado pela Polícia Civil

Capitão da PM-GO que atirou em garota de programa usava carro oficial do TJ-GO

14/05/2024, às 12:16 · Por Redação

O policial militar envolvido no incidente em que atirou em uma garota de programa em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana de Goiânia, estava utilizando um veículo oficial do Gabinete Militar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO). O caso, que ocorreu em 11 de abril, levou à dispensa das atividades do PM no tribunal, conforme informou o TJ-GO em nota. A instituição ressaltou que o policial foi devolvido ao Comando da Polícia Militar e que as investigações competem à corporação e à Polícia Civil de Goiás (PC-GO).

A cena do incidente foi capturada por uma câmera de segurança e mostra a vítima sentada na calçada quando uma caminhonete escura se aproxima. Embora as imagens tenham baixa qualidade, é possível observar a interação da vítima com alguém dentro do veículo antes de cair na calçada. O automóvel permaneceu no local por 44 segundos antes de partir.

O advogado do PM, Walker Ferreira Mendonça, defende a versão de legítima defesa, alegando que o capitão foi abordado por três indivíduos que tentaram roubar uma corrente de ouro e sua arma. Segundo relatos, o policial compareceu à Central de Flagrantes de Aparecida de Goiânia para registrar o ocorrido. A vítima atingida está recebendo tratamento médico em uma unidade de saúde.


PM-GO Tiro Garota de Programa TJ-GO PC-GO Aparecida de Goiânia Goiás,
P U B L I C I D A D E