P U B L I C I D A D E
Poder Goiás

Goiânia, 28/06/22
Matérias
Divulgação

Procon Goiás anuncia fiscalização em distribuidoras de combustíveis de Goiânia

Distribuidoras de combustíveis em Goiânia serão fiscalizadas pelo Procon Goiás

22/06/2022, às 15:25 · Por Redação

Depois de iniciar uma fiscalização nos postos de combustíveis de Goiânia e Região Metropolitana, na segunda-feira, 20, o Procon Goiás anunciou que também pretende começar a fiscalizar, pela primeira vez, os preços praticados pelas distribuidoras, que vendem o produto para as revendas do varejo. O órgão está recolhendo notas fiscais de compra e venda de combustíveis para verificar se houve algum aumento abusivo nos preços da gasolina e do diesel, após o último reajuste da Petrobras. 

Os fiscais também estão investigando se ocorreram altas injustificadas no preço do etanol em alguns postos, enquanto os valores estão em queda nas usinas. Alguns estabelecimentos reajustaram o litro do etanol para até R$ 5,27, enquanto o preço médio praticado nas indústrias caiu de R$ 2,77 para R$ 2,70 na semana passada. Em Goiânia e Região Metropolitana, os preços do etanol variam de R$ 4,34 a R$ 5,27 e a gasolina custa entre R$ 6,79 e R$ 7,89, como mostra o jornal O Popular.

Já a diferença entre o maior e o menor preço praticados para o diesel S10 é ainda maior e chega a R$ 1,40 por litro. Entre as razões para a grande oscilação, estão diferenças de custo, de preços de compra nas distribuidoras e o fato de alguns postos ainda estarem fazendo promoções utilizando estoques antigos, comprados antes do último reajuste da Petrobras. Outro fato que chamou a atenção do Procon Goiás foi que algumas distribuidoras teriam reajustado o preço do diesel em até 16%, acima do aumento de 14,26% anunciado pela Petrobras. 



Combustíveis Reajuste Diesel Gasolina Petrobras Goiânia Goiás
P U B L I C I D A D E