Poder Goiás
Goiânia, 30/03/20
Matérias
Marcelo Camargo/Agência Brasi

A categoria alega que os valores da nova tabela do frete rodoviário estavam abaixo do esperado.

Refém de nova greve dos caminhoneiros, Bolsonaro suspende tabela de frete

23/07/2019 · Por Pedro Lopes

Após ameaça de greve pelos caminhoneiros nesta segunda-feira, 22, o governo suspendeu nova tabela do frete rodoviário determinada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Os profissionais argumentam que o valor estipulado, que entrou em vigor neste sábado, 20, ficou abaixo do esperado. A ideia de paralisação ainda não é consenso entre a categoria. 

O ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, disse que irá se reunir com lideranças da categoria nesta quarta-feira para tentar chegar a um acordo. O cronograma do Governo prevê que a próxima revisão oficial do valor da tabela será no início de 2020.

Com a suspensão, volta a valer a resolução de maio do ano passado, aprovada no governo Michel Temer (MDB) em meio ao redemoinho da greve nacional de caminhoneiros. A greve, que durou 11 dias, praticamente paralisou abastecimentos no país e gerou sequelas econômicas nos meses seguintes.  


Caminhoneiros Greve dos Caminhoneiros ANTT Jair Bolsonaro