Poder Goiás
Goiânia, 07/04/20
Matérias
Foto: Agência Brasil

Raquel Dodge concorre com nomes como o subprocurador-geral da República, Augusto Aras

Raquel Dodge ainda pode ser ser reconduzida ao cargo na PGR

07/07/2019 · Por Pedro Lopes

A goiana Raquel Dodge, atual procuradora-geral da República, ainda está no páreo para ser reconduzida ao cargo, restando dois meses do fim de seu mandato. 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) recebeu nesta sexta-feira, 5, a lista com os nomes dos três procuradores mais votados na eleição da categoria para sucedê-la, mas não se comprometeu com nenhum nome. 

Tradicionalmente um nome da lista tríplice é escolhido pelos últimos três últimos presidentes da República. Bolsonaro reconheceu o valor da eleição interna, feita após debates em diversas cidades no País.

A escolha do presidente da República não precisa respeitar a lista tríplice e deve ser feita até o início de setembro. Os nomes apontados foram os subprocuradores-gerais Mario Bonsaglia e Luiza Frischeisen e o procurador-regional da República Blal Dalloul, que não estiveram no encontro. 

Também estão no páreo, por fora da lista, nomes como o subprocurador-geral da República, Augusto Aras, e já citada procuradora-geral da República, Raquel Dodge.


Raquel Dodge PGR Jair Bolsonaro