Poder Goiás
Goiânia, 04/03/21
Matérias
Divulgação

Prefeito durante o 1° Fórum Regional das Águas, na Faculdade Evangélica de Goianésia

Renato de Castro descarta deixar MDB e acompanhar dissidentes expulsos

12/06/2019 · Por Diene Batista

O prefeito de Goianésia, Renato de Castro, deverá ser candidato à reeleição pelo MDB, em 2020. Em entrevista ao Popular, o prefeito afirma não ter a intenção de deixar o partido para acompanhar prefeitos que foram expulsos pelo diretório estadual da legenda por infidelidade partidária durante a disputa eleitoral do ano passado.

Os prefeitos Adib Elias (Catalão), Paulo do Vale (Rio Verde) e Fausto Mariano (Turvânia) foram expulsos do MDB após decidirem apoiar a eleição de Ronaldo Caiado (DEM), em detrimento da candidatura do partido, liderada pelo ex-deputado federal Daniel Vilela.

Renato de Castro, que também apoiou Caiado, não foi alcançado pela iniciativa comandada por Daniel Vilela, que preside o diretório estadual do MDB. Os prefeitos tentaram reverter a expulsão junto ao diretório nacional, sem sucesso.

“Não tenho pensado em sair do MDB. Vivo uma situação atípica. O diretório municipal, que tem uma boa relação com Daniel Vilela, também tem uma grande proximidade comigo”, esclarece o prefeito de Goianésia, ao pontuar o motivo pelo qual deve permanecer na legenda. Renato de Castro afirma ter relação de companheirismo com os demais prefeitos, mas que também tem precisa levar em conta aliados locais. 


Renato de Castro Prefeitura de Goianésia
P U B L I C I D A D E