Poder Goiás
Goiânia, 17/09/19
Matérias
Divulgação

A decisão é da Agência de Regulação de Goiânia

Prefeitura de Goiânia quer barrar aumento na tarifa de água anunciada pela Saneago

07/06/2019 · Por Diene Batista

A Prefeitura de Goiânia quer barrar o aumento de 5,79% aprovado pela Agência Goiana de Regulação (AGR) nas tarifas de água e esgoto. A informação está na coluna Giro do jornal O Popular desta quinta-feira, 06. Segundo o Paço Municipal, o reajuste não poderá ser aplicado na capital a partir de 1° de julho, conforme pretende a Saneago.

A decisão é da Agência de Regulação de Goiânia. Autarquia criada para fazer o controle e a fiscalização dos serviços públicos municipais, a estatal não pode definir novos valores sem a homologação do prefeito Iris Rezende (MDB), baseado em análise da própria ARG. "A Saneago, de forma açodada, atropelada, e a AGR (Agência Goiana de Regulação) publicaram o aumento da tarifa desconsiderando a Prefeitura, que é o poder concedente", diz Paulo César Pereira, presidente da ARG.

Segundo ele, a tendência é de aprovação do porcentual solicitado pela empresa, mas "é ilegal" qualquer reajuste realizado sem respeitar o prazo de 30 dias após a autorização do prefeito e o ofício solicitando a homologação só foi recebido ontem. A posição tem o apoio dos secretários de Governo, Paulo Ortegal, e de Administração, Agenor Mariano.



Prefeitura de Goiânia Saneago