Poder Goiás

Goiânia, 03/03/21
Matérias
Divulgação

A aprovação do Conselho era necessária para dar continuidade aos trâmites da desestatização

Conselho de Administração aprova venda da Celg GT

21/02/2021 · Por Eduardo Horácio

O Conselho de Administração da Celg Participações (CelgPar) aprovou na tarde de sexta-feira, 19, a privatização da subsidiária Celg Geração e Transmissão (Celg GT) pelo modelo de leilão especial. O que pode ocorrer ainda neste primeiro semestre, segundo estimativa do governo de Goiás, que é acionista majoritário.

 A estatal será oferecida pelo preço mínimo de R$1,531 bilhão. Mas há expectativa por parte da diretoria de que possa alcançar ágio de até 20%. A aprovação do Conselho era necessária para dar continuidade aos trâmites da desestatização. 

Antes disso, ocorreu apreciação pela Assembleia de Acionistas, na semana passada. O resultado da votação dos conselheiros assim foi divulgado pela CelgPar, que é uma empresa de capital aberto, em comunicado ao mercado ainda na sexta-feira.

 A estatal teve uma valorização nos últimos anos de 50%, saindo de R$ 1 bilhão para R$ 1,53 bilhão. Vendida em 2016 pelo então governador Marconi Perillo (PSDB), a Celg D era muitas vezes maior e, vendida por R$ 2,1 bi, apenas metade disso foi para cofres do governo. 



Celg GT
P U B L I C I D A D E