Poder Goiás
Goiânia, 04/03/21
Matérias
Divulgação

Enel é apontada como a pior distribuidora do país no ranking da Aneel

CEI quer apurar Enel por problemas trabalhistas e má prestação de serviços

19/02/2021 · Por Eduardo Horácio

Apontada como a pior distribuidora do país no ranking da Aneel, a Enel Goiás será investigada por uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) na Câmara de Vereadores de Goiânia. O vereador Ronilson Reis (Podemos) já colheu as assinaturas necessárias para a instalação da CEI. A informação foi publicada pela coluna Giro na edição desta sexta-feira, 19, do jornal O Popular.

 Além dos transtornos aos clientes, o grupo quer investigar a situação dos trabalhadores terceirizados da empresa. Durante audiência pública promovida pelos vereadores Mauro Rubem (PT) e Anselmo Pereira (PSDB) funcionários apontam abusos e humilhações, carga horária, de pressões psicológicas por superprodutividade e pediram reajuste salarial e no vale alimentação. 

De acordo com eles, os cerca de oito mil terceirizados recebem menos que os funcionários diretos da Enel. A categoria ainda reivindica a inclusão de 30% de periculosidade nas horas extras e o fim do banco de horas. “A escravidão chegou a Goiás por meio da Enel”, declarou Frank Rezende, funcionário terceirizado.


Enel Câmara de Goiânia
P U B L I C I D A D E