P U B L I C I D A D E
Poder Goiás
Goiânia, 05/12/20
Matérias
Foto: Hellenn Reis

"Candidato que torce pela piora de um irmão em cristo, olha, dói o coração", afirmou Humberto Aidar

Deputados estaduais criticam nova postura agressiva de Vanderlan

17/11/2020 · Por Pedro Lopes

Todos os deputados estaduais que se manifestaram hoje na sessão ordinária da Assembleia Legislativa de Goiás criticaram a postura do candidato Vanderlan Cardoso (PSD), que fez acusações ao hospital Albert Einstein e à família de Maguito Vilela. 

Henrique Arantes (MDB), Humberto Aidar (MDB), Lucas Calil (PSD), Jeferson Rodrigues (Republicanos) e Talles Barreto (PSDB) criticaram as falas de "estelionato eleitoral" de Vanderlan feitas hoje na Rádio Sagres e disseram que Vanderlan deveria cumprir os oito anos de mandato, como prometeu em entrevista em 2018. Henrique Arantes ainda ironizou: "Vanderlan é médico? É dono de hospital? Que eu saiba, ele faz salgadinho e até sugiro que ele saia da política". 

Aidar lembrou também que boatos foram espalhados "por alguém que sabe quem" de que um determinado candidato havia morrido. "Essa atitude não combina com a fala de alguém temente a Deus, como Vanderlan diz que é", afirmou Aidar. "Candidato que torce pela piora de um irmão em cristo, olha, dói o coração, todos sabem que alguém intubado numa UTI não faz isso à toa", concluiu. 


Henrique Arantes Humberto Aidar Lucas Calil Jeferson Rodrigues Talles Barreto Eleições 2020 Vanderlan Cardoso Maguito Vilela