Poder Goiás
Goiânia, 24/10/20
Matérias
Divulgação

O magistrado também considerou que o juízo aplicado pela prisão do médico não cumpriu anteriormente medidas cautelares optativas à prisão

Médico acusado de atirar contra namorada é solto pelo TJ-GO

16/10/2020 · Por Pedro Lopes

O cirurgião plástico Márcio Antônio Barreto Rocha, de 55 anos, preso acusado de atirar contra a namorada, conseguiu liminar na Justiça para sua soltura. Ele é acusado de agredir e atirar contra a namorada, de 35 anos, durante uma discussão no estacionamento de um hospital particular no Setor Bueno, em Goiânia, do qual ele é sócio.

O desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás Ivo Fávaro acatou argumento da defesa de que sua liberdade não representa perigo para a sociedade e vítima. A vítima teria ido até à delegacia no dia 29 de setembro e manifestou interesse na revogação das medidas protetivas impostas. O fato, embora não impeça o andamento processual, sinaliza que o acusado não oferece risco potencial à vítima. 

O magistrado também considerou que o juízo aplicado pela prisão do médico não cumpriu anteriormente medidas cautelares optativas à prisão. “Ele também optou pelo encarceramento precoce sem antes avaliar o cabimento de solução alternativa”, apontou. 


TJ-GO Crime