Poder Goiás
Goiânia, 07/08/20
Matérias
Divulgação

Em Goiânia, o prefeito Iris Rezende (MDB) determinou que a maternidade Célia Câmara fosse transformada em hospital de campanha

Prefeitura de Goiânia cria mais leitos de covid-19 do que prometido

07/07/2020 · Por Pedro Lopes

A Prefeitura de Goiânia superou a meta de novos leitos de UTIs, segundo reportagem do jornalista Thalys Alcântara, do O Popular desta terça-feira, 07. A quantidade de leitos para Covid-19 de hoje é maior do que o prometido. Há três meses a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da capital previa 102 leitos exclusivos de pacientes com o vírus, hoje são 130 (127%), metade contratados da rede privada.

Em abril, Goiás teve uma taxa de ocupação de 74,4% dos leitos críticos (UTIs) ocupados por pacientes com o novo coronavírus. Das 270 vagas do tipo previstas pelo governo estadual na época, 147 estão em funcionamento atualmente, metade do que foi prometido. No caso da Prefeitura de Goiânia, a ocupação dos leitos críticos de Covid-19 estava em 87,6% na noite desta segunda-feira, 6, sendo que dos 16 leitos disponíveis, 7 eram pediátricos, restando 9 do tipo adulto. 

No mesmo dia, o Complexo Regulador Estadual (CRE) recebeu 166 pedidos de vaga para leitos de UTI e enfermaria para pacientes com Covid-19 ou suspeita. O painel da Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO) informava às 21h desta segunda-feira, 73 leitos de enfermaria para pacientes com coronavírus disponíveis. 

O Estado tem 277 dos 372 leitos críticos para pacientes com o novo coronavírus anunciados em abril, diz a publicação. HCamp de Águas Lindas está com 11 dos 40 leitos de UTI instalados. Em março e abril, o governo estadual anunciou o planejamento de oito hospitais de campanha que teriam um total de 235 leitos de UTI. Destes, 114 estão em funcionamento atualmente em seis das oito unidades prometidas.

Em Goiânia, o prefeito Iris Rezende (MDB) determinou que a maternidade Célia Câmara fosse transformada em hospital de campanha com leitos exclusivos para a Covid e autorizou novas ampliações de leitos. 

Além disso, um Processo Seletivo está aberto no site da prefeitura com 378 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reserva, para médicos, especialista em saúde, técnico em saúde, auxiliar de saúde e assistente administrativo.


Prefeitura de Goiânia Hospital Célia Câmara Iris Rezende Coronavírus