Poder Goiás

Goiânia, 16/04/21
Matérias
Divulgação

Respiradores eletrônicos se tornaram essenciais no enfrentamento à pandemia, pois, nos casos mais graves da doença é necessário entubação

Goiás inicia a compra de 350 respiradores e insumos para combater o coronavírus

20/04/2020 · Por Pedro Lopes

Com o objetivo de estruturar e abastecer unidades de Saúde do Estado,  a gestão Ronaldo Caiado (DEM) vai adquirir 350 respiradores eletrônicos, além de milhares de máscaras de diversos tipos, luvas e óculos de proteção, entre outros itens para a proteção individual dos profissionais que trabalham em hospitais. A informação é do jornal O Popular. 

A previsão do coordenador do Comitê Intersecretarial que está responsável pela compra, Pedro Sales, é que todo o processo leve cerca de uma semana. Pedro Sales, que também é presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), disse que a aquisição deverá suprir a demanda das unidades hospitalares em um prazo de seis meses, “no melhor dos cenários em relação à pandemia”.

A projeção foi realizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES). “É um grande quantitativo de EPIs, que são calculados conforme demanda de uma área técnica projetando 180 dias. São estimativas que calculam o nível de abastecimento de toda rede, inclusive nas cidades do interior”, explicou.

Os itens que serão adquiridos são: máscaras descartáveis com proteção tripla (127.768 unidades), respirador semifacial descartável p2 (31.906), aventais de segurança 120x130 cm, gramatura 60 (27.806) e 120x80 cm, não tecido, manga longa (32.698), luva de segurança nitrila, cor clara, tamanhos P (48.458), M (87.908) e G (53.482), óculos de segurança (1.330), protetor facial, frontal e lateral (864), touca cirúrgica (60 mil ), além dos respiradores eletrônicos (350).



Coronavírus Governo de Goiás Ronaldo Caiado