Poder Goiás

Goiânia, 04/03/21
Matérias
Reprodução

Embora deixe a decisão para última hora, o prefeito Iris Rezende já é apontado como favorito à releição pela "virada" em sua gestão

Com Iris candidato, MDB espera saltar de bancada com 3 para 11 na Câmara

13/12/2019 · Por Pedro Lopes

O fim das coligações para a disputa proporcional a partir das eleições de 2020 deve fortalecer a bancada dos grandes partidos, dentre eles o MDB. A falta de concorrência das dezenas de partidos "nanicos" e força do prefeito Iris Rezende deve ampliar a bancada do partido de 3 para pelo menos 11 vereadores. É o que acredita a cúpula da legenda em Goiânia.

O MDB conseguiu eleger três vereadores em 2016: Clécio Alves, Andrey Azeredo e Wellington Peixoto. Mesmo desempenho de 2004. Em 2008, também na então primeira reeleição de Iris, foram eleitos 11 nomes do partido. Segundo informações de bastidores, alguns nomes já pensam em migrar para o partido no início de 2020, no período da janela partidária. 

Embora a decisão sobre a reeleição seja em última hora, o prefeito Iris Rezende já é visto como favorito à releição pela "virada" em sua gestão até por adversários. Com um 2019 de muitas obras, pavimentação de bairros, com o destravamento do empréstimo de R$ 780 milhões para, dentre outras coisas, a recuperação de 600 km de vias, a gestão municipal terá um 2020 com muitas inaugurações e o partido comemora. 

Vereadores atuais e auxiliares diretos do prefeito devem ser chamados para costurar uma chapa capaz de deixar um próximo mandato de Iris mais tranquilo, comparado com o primeiro biênio 2018/2018, com uma Câmara de Vereadores mais propensa a trabalhar alinhada na aprovação de projetos importantes para a cidade, como a revisão do Plano Diretor e o Código Tributário. 



Câmara de Goiânia MDB Iris Rezende Eleição 2020
P U B L I C I D A D E