Poder Goiás

Goiânia, 16/04/21
Matérias
Divulgação

Projeto argumenta que as privatizações visam o enquadramento nos padrões da União para que o Goiás seja incluído no Regime de Recuperação Fiscal

Governo Caiado envia à Alego Projeto de Lei que prevê privatizar cinco estatais

11/12/2019 · Por Pedro Lopes

O governo de Ronaldo Caiado enviou para a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) um Projeto de Lei que prevê a privatização de cinco empresas estatais. São elas:  Celg Geração e Transmissão (Celg-GT); Metrobus; Goiás Telecomunicações (GoiasTelecom); Indústrias Químicas do Estado de Goiás (Iquego) e Agência Goiana de Gás Canalizado (GoiasGás). 

Fica de fora do projeto a Saneago, mas a empresa também deve passar por reformulações. Recentemente, os deputados estaduais aprovaram a venda de 49% das ações da companhia de abastecimento de água. 

O novo projeto enviado para apreciação da Alego argumenta que a iniciativa visa o enquadramento nos padrões da União para que o Goiás seja incluído no Regime de Recuperação Fiscal. Isso porque umas das exigências “obriga autorização de privatização de empresas dos setores financeiro, de energia, de saneamento e outros”.

Com base em estimativa feita em 2017, o Governo de Goiás especula que, se efetivada as privatizações, será arrecadado aos cofres públicos cerca de R$ 1,5 bilhão. 


Privatização Governo de Goiás Ronaldo Caiado