Poder Goiás
Goiânia, 07/04/20
Matérias
Pedro França/Agência Senado

Medida adotada pelo Congresso pode liberar mais R$ 2 bilhões aos partidos políticos

Veja quem são os parlamentares goianos que votaram medida que aumenta fundo eleitoral

29/11/2019 · Por Pedro Lopes

Senadores e deputados federais derrubaram nesta semana sete vetos do presidente Jair Bolsonaro à reforma eleitoral e partidária. A posição adotada pelo Congresso beneficia o aumento do fundo eleitoral e irriga os cofres dos partidos.

Aprovada em setembro pelo Poder Legislativo, a minirreforma eleitoral abria brecha para o aumento do fundo de financiamento público de campanhas. Bolsonaro vetou esse e outros trechos, como a retomada da propaganda partidária na TV e a anistia a multas aplicadas pela Justiça Eleitoral. 

No entanto, na última quarta-feira (27), em um acordo construído com a participação da base do próprio governo, incluindo o filho mais velho do presidente, Flávio Bolsonaro (Sem partido-RJ), o Congresso permitiu a possibilidade de aumentar o fundo eleitoral, que pode ser usado para gastos com transporte, santinhos e impulsionamento de conteúdo de candidatos

Entre os parlamentares goianos que foram favoráveis ao aumento do financiamento público de campanha estão os senadores Vanderlan Cardoso (PP) e Luiz do Carmo (MDB). Apenas os deputados federais Célio Silveira (PSDB), Zacharias Calil (DEM), Elias Vaz (PSB) e Zé Mário (DEM) foram contrários à medida. 

Veja abaixo como cada congressista votou. O "Sim" é favorável ao veto de Jair Bolsonaro e não ao aumento do fundo e o "Não" é contrário ao veto e favorável ao aumento do financiamento eleitoral.

Senadores

Luiz do Carmo - Não 
Vanderlan Cardoso - Não

Deputados federais

Adriano do Baldy - Não
Alcides Rodrigues - Não 
Célio Silveira - Sim 
Dr. Zacharias Calil - Sim 
Elias Vaz - Sim 
Glaustin Fokus - Não 
Jose Mario Schreiner - Sim 
Magda Mofatto - Não 
Professor Alcides - Não
Rubens Otoni - Não

Congresso Fundo Eleitoral Senadores Vanderlan Cardoso Jair Bolsonaro