P U B L I C I D A D E
Poder Goiás
Goiânia, 02/04/20
Matérias
Fabio Rodrigues/Agência Brasil

“Eles pediram para o presidente da República e Bolsonaro determinou ao Luciano Bivar presidente do PSL, mas isso não foi concretizado”, afirmou

Delegado Waldir agora acusa Caiado de tentar derrubá-lo do comando do PSL em Goiás

19/10/2019 · Por Pedro Lopes

O controverso líder da bancada  do partido PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), afirmou que o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, tentou destituí-lo do comando estadual do PSL em Goiás.  O golpe teria sido orquestrado em parceria com o deputado Major Vitor Hugo (GO), desafeto político do psolista. 

Segundo Waldir, em entrevista à Rádio Sucesso, o plano teria ocorrido  nos últimos três meses. “Eles pediram para o presidente da República e Bolsonaro determinou ao Luciano Bivar presidente do PSL, mas isso não foi concretizado”, afirmou.

O delegado está no olho do furação que assola correligionários do PSL. O partido, que já enfrentava racha internos,  como os episódios das trocas de farpas entre a deputada Joice Hasselmann (PSL) e os filhos do presidente, agora toma proporções maiores e ameaça a própria solidez da sigla.

Nesta sexta-feira, 18, o delegado afirma que Bolsonaro tentou comprar deputados para que votassem em favor da indicação de Eduardo Bolsonaro como novo líder da bancada. O episódio se soma ao recente escândalo, no qual o delegado Waldir teve áudio seu vazado revelando profunda amargura com as ameaças do presidente de desembarcar do PSL. 


Delegado Waldir Jair Bolsonaro PSL Major Vitor Hugo Ronaldo Caiado