P U B L I C I D A D E
Poder Goiás
Goiânia, 14/10/19
Matérias
Agência Brasil

Mais de 70 mortes por dengue estão em investigação em Goiás

De olho nas chuvas, Saúde em Goiás já prepara comitê contra o Aedes

09/10/2019 · Por Pedro Lopes

Começa neste mês a intensificação das ações da Secretaria Estadual de Goiás (SES) para conter o avanço da proliferação dos mosquitos Aedes Aegypti e das doenças transmitidas como Dengue, Zika e Chikungunya. 

Para isso será criado o Comitê Gestor Executivo que atuará em reuniões e definição de propostas a serem adotadas nos municípios goianos. Nesta terça e quarta, representantes de 18 Regionais da Saúde irão se reunir em Goiânia, no auditório do Conselho Estadual de Saúde de Goiás, no setor Oeste, numa oficina de trabalho para definir estratégias para o período chuvoso. 

O superintendente de Vigilância em Saúde da SES-GO, João Ferreira de Morais, defende a necessidade da articulação e movimento para conter os problemas. “Vamos intensificar as ações nos locais onde concentram os potenciais criadouros como terrenos baldios, depósitos e imóveis abandonados e borracharias. Iremos realizar mutirões de limpeza por toda parte também”, comenta. 

Panorama
A situação neste ano é grave, já foram notificados 137.055 casos de dengue em Goiás com mais de 90 mil confirmados, em que as cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis concentram os maiores números do caso da doença. 

Já proporcionalmente ao número de habitantes, os maiores coeficientes ficam por conta de Campestre, Rio Quente e Porteirão. Foram registrados neste ano 73 óbitos suspeitos em investigação e houve um aumento de 49,12% de casos notificados em relação ao ano passado até agora. 


Aedes Aegypti Dengue Zika Chikungunya