Poder Goiás
Goiânia, 30/03/20
Matérias
Divulgação

Alunos, professores e técnicos administrativos ocupam o centro para protestar contra o contigenciamento de recursos nas instituições federais de ensino

Protestos com “aula nas ruas” marcam greve nacional da Educação em Goiânia

05/10/2019 · Por Pedro Lopes

O Centro de Goiânia recebeu nesta semana, protestos realizados por instituições federais de ensino na greve geral da Educação. Uma aula no meio da rua, envolveu mais de 200 pessoas entre professores, técnicos administrativos e estudantes da Universidade Federal de Goiás (UFG), Instituto Federal de Goiás (IFG) e Instituto Federal Goiano (IFGoiano). 

A iniciativa foi uma forma de protestar com o objetivo de divulgar atividades e pesquisas promovidas nas unidades de ensino. Os manifestantes se dividiram em grupos entre as ruas 3, avenida Goiás e avenida Anhanguera no Centro com  Nos locais, exposição de cartazes, banners, além de materiais sobre pesquisas realizadas nas instituições.

A principal queixa dos membros das Universidades é quanto aos cortes de verbas na educação e contra o Programa Future-se que prevê a participação de Organizações Sociais (O.S) nas instituições de ensino públicas. 

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos das Instituições Federais de Ensino Superior (SINT-IFESgo), Fernando Mota, comenta que o projeto prevê a captação de recursos junto à iniciativa privada por meio de Organizações Sociais (OS) ligadas ao ensino. “O que nos preocupa é que elas irão gerir as instituições e terão liberdade para contratar com carteira assinada a qualquer custo os professores, por exemplo.  Em relação aos recursos, o Governo tem promovido um massacre da educação, ao não liberar os recursos suficientes para pagar as contas”, destaca. 

Já o professor Valmyr Barbosa do IFG, relata que as pesquisas e projetos correm sérios riscos a contenção de bolsas, por exemplo. De acordo com ele é preciso dialogar com a sociedade para mostrar a importância de se valorizar a produção universitária que corresponde a mais de 75% de todas as pesquisas realizadas no Estado. 


Future-se IFG IF Goiano UFG MEC Organizações Sociais Jair Bolsonaro