Poder Goiás

Goiânia, 16/04/21
Matérias
Foto: Divulgação

Eduardo Macedo, que era do PMN, está assumindo a direção estadual do PTB em acordo celebrado entre Ronaldo Caiado e Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB

Novo presidente do PTB contratou escritório de advocacia por R$ 402 mil no governo Caiado, com adiantamento de R$ 102 mil já pagos

20/09/2019 · Por Eduardo Horacio

Matéria da jornalista Fabiana Pulcineli, em O Popular, aponta que a Companhia de Investimento e Parcerias do Estado de Goiás (Goiás Parcerias), sob o comando de Eduardo Macedo (novo presidente do PTB de Goiás, agora na base de Caiado), contratou um escritório de advocacia de Taquaral de Goiás (cidade a 80 km de Goiânia), no valor de R$ 402 mil, sem licitação e com R$ 102 mil pagos no último mês de junho. O processo está sob investigação na Controladoria Geral do Estado (CGE), ainda sem conclusão

A matéria de O Popular ainda revela que o proprietário do escritório, Paulielio Ataídes da Silva, foi advogado do atual diretor financeiro da Goiás Parcerias, Robson Rodrigues de Lima, responsável pela liberação dos pagamentos. O escritório recebeu R$ 175 mil em 30 dias da Goiás Parcerias.

O contador da estatal Luiz Fernando de Oliveira enviou mensagem em 19 de junho para a direção orientando o estorno do valor de R$ 102 mil e apontando a irregularidade, mas nada foi feito. Para piorar, o site da Goiás Parcerias está fora do ar, com a retirada de dados e documentos sobre despesas e contratos, indo na contramão da transparência apregoada em todo o governo Caiado, sem contar o desrespeito à Lei de Acesso à Informação (LAI).

Eduardo Macedo (ex-PMN e agora presidente do PTB) disse ao jornal O Popular que a empresa não tem regimento interno e manual de contratação em sintonia com a legislação e precisava atualizar o estatuto e que o quadro de funcionários é muito reduzido e que a contratação do escritório foi aprovada na primeira reunião da assembleia anual da estatal. “Sem esses documentos, a empresa tem de fechar as portas. Não consegue fazer nada e não está apta a realizar parcerias público-privadas. Por isso nunca fez PPP na história, em 15 anos de existência”, afirmou ao jornal.

Leia a matéria completa no jornal O Popular clicando aqui


Eduardo Macedo PMN PTB Ronaldo Caiado Roberto Jefferson Goiás Parcerias Paulielio Ataídes da Silva Luiz Fernando de Oliveira