Poder Goiás
Goiânia, 17/09/19
Matérias
Reprodução/DM

jovem era morador da zona rural e chegava ao colégio no ônibus escolar municipal. No dia, ao ter a entrada barrada, foi banhar no rio com mais três amigos, quando se afogou e morreu

Família de jovem morto por afogamento receberá R$ 70 mil do Estado, determina Justiça

11/09/2019 · Por Pedro Lopes

 A Justiça condenou o Estado de Goiás a pagar danos morais no valor de R$ 70 mil aos pais de um jovem que morreu afogado no Rio Araguaia no município de Aruanã, em fevereiro de 2015. 

Carlos Daniel Pereira Alves, na época com 14 anos, deveria estar na escola, mas foi impedido de entrar na unidade porque estavam higienizando as salas de aulas. 

O jovem era morador da zona rural e chegava ao colégio no ônibus escolar municipal. No dia, ao ter a entrada barrada, foi banhar no rio com mais três amigos, quando se afogou e morreu. 

Para o juiz Yvan Santana Ferreira, o Estado deve zelar pela vida e pela integridade do cidadão. "A partir do instante em que os alunos eram deixados na entrada do colégio até o término das aulas, a responsabilizade pela guarda e segurança deles passava a ser do Estado", entende. 


Rio Araguaia Afogamento Aruanã