Poder Goiás
Goiânia, 17/09/19
Matérias
Reprodução/Prefeitura de Goiânia

A SMS está contratando, ainda, médicos psiquiatras, por meio do Edital 08/2019 publicado em 28 de agosto

Prefeitura de Goiânia contrata médicos para várias áreas com salários de R$ 23 mil

04/09/2019 · Por Pedro Lopes

A Prefeitura de Goiânia abriu edital para contratar médicos para prestação de serviço complementar junto à Rede Municipal de Saúde (RMS) e de acordo com a necessidade e interesse dos serviços de saúde de Goiânia. Os salários vão de R$ 7 mil para atividade médica em urgência com 20 horas semanais a R$ 23.253,12 para pediatria com carga horária de 40 horas. 

O edital 03/2019 está contratando médicos para atender os usuários nos serviços ambulatoriais, urgência e emergência adulto e pediátrica e Estratégia Saúde da Família. O médico que tiver interesse na área de urgência e emergência pediátrica deverá comprovar residência em pediatria e o interessado em urgência e emergência ortopédica deverá comprovar residência em ortopedia.

Até o momento, 157 profissionais já assinaram contrato e estão trabalhando nas unidades. A Estratégia Saúde da Família, programa da Atenção Primária, é um dos serviços que foram reforçados com a chegada de novos médicos. Atualmente, 99% das equipes estão completas.

A SMS está contratando, ainda, médicos psiquiatras, por meio do Edital 08/2019 publicado em 28 de agosto. Neste processo, os profissionais vão atuar no serviço ambulatorial, na Rede de Atenção Psicossocial (RAPS). Neste caso, o interessado em participar deverá comprovar residência em psiquiatria.

“A secretaria está constantemente com editais abertos para contratação de médicos, pois temos sempre uma demanda grande por esses profissionais. Nosso objetivo é garantir o atendimento aos usuários do SUS em Goiânia e dar qualidade em todos os níveis”, ressalta a secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué. 

A documentação é entregue no Paço Municipal e os processos para a contratação estão em andamento de forma que, estando tudo legalizado, publicado no Diário Oficial e assinados os contratos,  os médicos comecem a trabalhar de imediato.


Saúde Prefeitura de Goiânia Seleção