Poder Goiás
Goiânia, 24/08/19
Matérias
Agência Brasil

A cada hora, 503 mulheres sofrem algum tipo de agressão física no Brasil

Goiás é o segundo Estado brasileiro que mais pratica violência contra mulher

13/08/2019 · Por Pedro Lopes

Goiás é o segundo Estado brasileiro que mais se pratica violência contra mulher, revela o Atlas da Violência, cujos dados foram divulgados na semana passada pelo Ipea. O estudo coletou registros na faixa de uma década (2007-2017). 

Além disso, somente no primeiro semestre deste ano, já foram registrados 1.290 casos de violência contra a mulher. Houve ainda 15 casos de feminicídio (homicídio de mulheres motivados por razões de gênero, em grande parte cometido por companheiros ou ex-companheiros). Os dados são da Polícia Militar.

No topo
No âmbito nacional, o Brasil figura dentre os países em que mais se praticam o feminicídio, ocupando a 5º posição na raking mundial, de acordo com o Relatório Especial do Comitê o Alto Comissariado das Nações Unidas pra os Direitos Humanos (ACNUDH). A taxa de assassinatos de mulheres no Brasil é de 4,7 para cada 100 mil.

Além disso, a cada hora, 503 mulheres sofrem algum tipo de agressão física. Levantamento do G1 com base em dados oficiais também mostrou que em 2018, houve queda do mulheres vítima de homicídio por razões outras, mas que o índice de feminicídio cresceu 12%.


Feminicídio Violência Atlas da Violência